Escolha uma Página

O chá de camomila é usado há muito tempo, como um remédio popular tradicional, para uma ampla gama de problemas de saúde. Hoje, os pesquisadores estão explorando cada vez mais sua eficácia no tratamento de doenças, como câncer e diabetes.

Até agora, as pesquisas sobre a potência do chá de camomila têm se mostrado promissoras. No entanto, os estudos variam com algumas pesquisas mostrando benefícios claros em comparação com remédios alternativos e outras simplesmente apontando para os possíveis.

O chá de camomila pode ser experimentado com segurança como adjuvante de outros tratamentos para a maioria das pessoas, mas não deve substituir os tratamentos médicos convencionais quando as pessoas têm doenças graves.

Fatos rápidos sobre o chá de camomila:

  • As flores secas de camomila são usadas para fazer chá de camomila.
  • Os pesquisadores estão interessados ​​nos benefícios do consumo do chá de camomila.
  • Como qualquer outro remédio à base de ervas, não é seguro para todos.
  • Quanto mais potente for o chá, maior será a probabilidade de ele oferecer benefícios à saúde.

O que é chá de camomila?

O chá de camomila é um remédio popular tradicional feito de flores de camomila secas.

A potência de vários chás de camomila varia, com alguns contendo significativamente mais camomila do que outros. Chás mais fortes também têm maior probabilidade de causar efeitos colaterais em pessoas vulneráveis ​​a eles. Consequentemente, é mais seguro começar com uma dose baixa e aumentar lentamente as doses maiores.

A camomila contém produtos químicos chamados flavonóides. Esses flavonóides são um tipo de nutriente presente em muitas plantas e desempenham um papel importante nos efeitos medicinais da camomila.

Os pesquisadores ainda não têm certeza de quais outros produtos químicos estão presentes na camomila especificamente e explicam seus benefícios.

Benefícios do chá de camomila

Os possíveis benefícios do chá de camomila, para os quais há mais evidências, incluem:

1. Reduza a dor menstrual

Vários estudos ligaram o chá de camomila à redução da severidade das cólicas menstruais. Um estudo de 2010, por exemplo, descobriu que consumir chá de camomila por um mês pode reduzir a dor das cólicas menstruais. As mulheres no estudo também relataram menos ansiedade e angústia associadas à dor menstrual.

2. Trate o diabetes e diminua o açúcar no sangue

Novamente, alguns estudos descobriram que o chá de camomila pode reduzir o açúcar no sangue em pessoas com diabetes. A pesquisa não mostra que a camomila é um substituto viável para medicamentos para diabetes, mas pode ser um complemento útil para os tratamentos existentes.

Da mesma forma, um estudo de 2008 com ratos descobriu que o consumo consistente de chá de camomila pode impedir o aumento do açúcar no sangue. Esse efeito reduz o risco de longo prazo de complicações do diabetes, sugerindo que a camomila pode melhorar os resultados do diabetes.

3. Reduzir ou prevenir a osteoporose

A osteoporose é a perda progressiva da densidade óssea. Essa perda aumenta o risco de fraturas ósseas e postura curvada. Embora qualquer pessoa possa desenvolver osteoporose, é mais comum entre as mulheres na pós-menopausa. Essa tendência pode ser devido aos efeitos do estrogênio.

Um estudo de 2004 descobriu que o chá de camomila pode ter efeitos antiestrogênicos. Também ajudou a promover a densidade óssea, mas os autores do estudo alertam que mais pesquisas são necessárias para demonstrar este aparente benefício.

4. Reduza a inflamação

A inflamação é uma reação do sistema imunológico para combater infecções. O chá de camomila contém compostos químicos que podem reduzir a inflamação. No entanto, a inflamação de longo prazo está associada a uma ampla gama de problemas de saúde, incluindo hemorróidas, dores gastrointestinais, artrite, doenças autoimunes e até depressão.

5. Tratamento e prevenção do câncer

Alguns estudos sugerem que o chá de camomila pode ter como alvo as células cancerosas ou até mesmo impedir que essas células se desenvolvam. No entanto, a pesquisa até agora não é conclusiva e os cientistas dizem que mais trabalho é necessário para provar as alegações anticâncer da camomila. Além disso, a maioria das pesquisas se concentrou em modelos clínicos em animais, não em humanos.

Um estudo de 2012 comparou os poderes de combate ao câncer dos chás de calêndula e camomila. Ambos foram capazes de atingir tumores cancerígenos seletivamente, mas os efeitos do chá de calêndula foram mais poderosos.

6. Ajuda com sono e relaxamento

Acredita-se que o chá de camomila ajuda as pessoas a adormecerem.

Acredita-se que o chá de camomila ajuda as pessoas a relaxar e adormecer. No entanto, poucos ensaios clínicos provaram isso.

Em uma revisão das evidências atuais, 10 entre 12 pacientes cardiovasculares foram citados como tendo adormecido logo após consumir chá de camomila. Vários outros estudos que analisaram modelos clínicos também sugerem que o chá de camomila pode ajudar as pessoas a relaxar.

Em um estudo com ratos, o extrato de camomila ajudou roedores com distúrbios do sono a adormecerem. Muitos pesquisadores acreditam que o chá de camomila pode funcionar como um benzodiazepínico. Os benzodiazepínicos são medicamentos prescritos que podem reduzir a ansiedade e induzir o sono. Algumas pesquisas sugerem que a camomila se liga aos receptores de benzodiazepina.

Uma revisão que examina a capacidade do chá de camomila de reduzir a ansiedade não é conclusiva. Alguns estudos mostram um benefício modesto contra a ansiedade, mas outros não.

7. Tratamento de sintomas de resfriado

Evidências anedóticas e alguns estudos sugerem que inalar o vapor com extrato de camomila pode aliviar alguns dos sintomas do resfriado comum. Mas esse benefício ainda não foi comprovado.

8. Tratamento para doenças de pele leves

Um pequeno estudo de 1987 descobriu que a aplicação de extrato de camomila diretamente em uma ferida ajudou na cicatrização. Além disso, alguns estudos descobriram que as pomadas de camomila podem ajudar com eczema e doenças inflamatórias leves da pele, embora não sejam tão eficazes quanto o creme de hidrocortisona.

Quem deve evitar o chá de camomila?

Os seguintes grupos devem evitar a camomila, a menos que instruído de outra forma por um médico:

  • Pessoas com histórico de alergias graves, principalmente ao pólen: A camomila pode ser contaminada com pólen de outras plantas, podendo causar uma reação alérgica.
  • Pessoas que já tiveram uma reação alérgica, mesmo leve, a produtos de camomila: Devem evitar a camomila, pois as reações alérgicas podem piorar com o tempo.
  • Bebês e crianças muito pequenas: O chá de camomila, como o mel e alguns outros produtos naturais, pode estar contaminado com esporos do botulismo. A maioria dos adultos saudáveis ​​pode lutar contra a infecção, mas os bebês podem não. Muitos médicos recomendam que bebês e crianças pequenas evitem mel, e também devem evitar produtos de camomila.

Também não é seguro usar a camomila como substituto de tratamentos médicos comprovados. Se alguém estiver tomando algum medicamento, deve perguntar ao médico sobre as possíveis interações com o chá de camomila.

Para levar

O chá de camomila tem sido usado na medicina popular há milhares de anos, muitas vezes com resultados encorajadores. Por enquanto, porém, ainda é um suplemento e não uma droga.

Pessoas interessadas em experimentar o chá de camomila devem usá-lo como um suplemento e não como um substituto para seu regime de medicação regular. Em doses regulares, como 1 a 2 xícaras por dia, é possível ver melhorias incrementais na saúde.

O chá de camomila está disponível para compra online.

.

%d blogueiros gostam disto: