Escolha uma Página

O canabidiol, ou CBD, é um composto natural que está ganhando popularidade no mundo da saúde natural. O CBD é um dos compostos chamados canabinóides na planta de cannabis. Algumas pessoas acreditam que o CBD pode ajudá-lo a perder peso, mas funciona?

Existem muitos usos possíveis para o CBD, desde o combate à acne até a redução da ansiedade. Os pesquisadores também estão estudando a possibilidade de que o CBD possa ajudar as pessoas a perder peso e reduzir o risco de problemas associados ao peso, como diabetes e distúrbios metabólicos.

Neste artigo, discutimos o CBD para perda de peso, incluindo se a ciência apóia ou não o exagero.

Existem algumas evidências que sugerem que tomar CBD pode ajudar uma pessoa a perder peso.

CBD pode ajudá-lo a perder peso por causa de como ele funciona no corpo.

O corpo possui um sistema endocanabinóide incorporado. Este sistema responde a diferentes compostos no corpo por meio de dois receptores canabinóides (CB), chamados de receptores CB1 e CB2.

Os receptores CB1 geralmente existem principalmente no cérebro e no sistema nervoso central e são quase inexistentes no resto do corpo. Os receptores CB2, por outro lado, existem em todo o corpo.

Em pessoas obesas, entretanto, os receptores CB1 se espalham, especialmente no tecido adiposo. Por causa disso, os pesquisadores acreditam que pode haver uma ligação entre a ativação do receptor CB1 e a obesidade.

O CBD não ativa os receptores CB diretamente, mas influencia os canabinóides naturais do corpo a bloquear ou ativar os receptores. Isso pode desempenhar um papel na perda de peso ou outras funções metabólicas críticas.

Existem evidências que sugerem que o CBD pode ajudar uma pessoa a perder peso ou prevenir distúrbios metabólicos.

Reclamações e investigações

Algumas pessoas afirmam que o CBD:

Reduz o apetite

Muitos defensores dizem que o composto pode ajudar uma pessoa a perder peso, reduzindo o apetite.

A maioria das pessoas associa a cannabis a um apetite estimulado, visto que as pessoas que fumam cannabis tendem a sentir mais fome do que o normal. Embora seja verdade que o tetrahidrocanabinol (THC), o componente psicoativo da cannabis, pode causar fome, o CBD não pode.

O THC ativa os receptores CB1 no corpo, causando muitos efeitos, incluindo estimular o apetite. No entanto, como apontam os autores de um artigo de estudo de 2018, os antagonistas do receptor CB1 podem ajudar a reduzir o apetite e controlar a obesidade. Isso ocorre porque os agonistas no bloco receptor CB1 ou “desligam” o receptor.

O CBD não desativa os receptores CB1, mas pode influenciar outras moléculas para bloqueá-los. Desligar esses receptores pode ajudar a reduzir o apetite e evitar que algumas pessoas comam demais.

Um estudo mais antigo com animais de 2012 descobriu que a exposição ao CBD reduziu o apetite em ratos. Embora haja muitas evidências anedóticas para sugerir que o CBD é útil para a supressão do apetite, não houve estudos diretos mostrando que o CBD reduz o apetite em humanos.

Transforme gordura ruim em gordura boa

Os defensores do CBD para perda de peso também afirmam que ele pode converter gordura branca ou “ruim” em gordura marrom, o que pode ajudar o corpo a queimar calorias.

A gordura branca também pode aumentar o risco de muitas doenças crônicas, como doenças cardíacas e diabetes.

Um estudo de 2016 ajuda a apoiar essa afirmação. Os pesquisadores descobriram que o CBD desempenha vários papéis na maneira como o corpo interage com a gordura.

O CBD não apenas ajudou a transformar as células de gordura branca em células de gordura marrom, mas também estimulou o corpo a quebrar as gorduras com mais eficiência.

Os pesquisadores apontam que o CBD pode ser uma terapia promissora para prevenir a obesidade, mas mais estudos em humanos são necessários.

Queima gordura

Outra alegação é que o CBD derrete a gordura no corpo, quebrando a gordura e ajudando a removê-la do corpo como resíduo.

A pesquisa de 2018 ajuda a explicar esse fenômeno. O processo de transformar as células adiposas brancas em células adiposas marrons, na verdade, altera a maneira como essas células agem no corpo.

As células de gordura marrom podem ser uma forma mais ativa de gordura. Eles queimam energia na forma de calor, o que significa que realmente queimam calorias.

Como a perda de calorias é vital para a perda de peso, o CBD pode ajudá-lo a queimar gordura, transformando a gordura branca em gordura marrom no corpo.

Reduz o risco de distúrbios metabólicos.

Como outras pesquisas de 2018 apontam, existe uma estreita ligação entre obesidade e vários distúrbios metabólicos, como diabetes tipo 2, pressão alta e colesterol alto.

A hiperativação dos receptores CB no corpo pode ser parcialmente responsável por isso. A superativação dos receptores CB1 no tecido adiposo de todo o corpo pode contribuir para a obesidade e os riscos metabólicos.

O CBD ajuda a bloquear os receptores CB1, o que significa que pode reduzir o risco de obesidade.

Uma revisão da Cannabis and Cannabinoid Research também aponta alguns destaques de estudos anteriores sobre CBD e fatores metabólicos, principalmente em modelos animais.

Por exemplo, um tratamento com CBD reduziu o colesterol total em 25% em ratos obesos. Os efeitos antiinflamatórios e antioxidantes do CBD também parecem reduzir os níveis de açúcar no sangue e aumentar os marcadores de saúde do fígado.

Compartilhar no Pinterest Uma alimentação saudável e exercícios físicos são partes importantes de qualquer plano de perda de peso.

Embora os resultados iniciais dos estudos sobre CBD e perda de peso apresentem algumas sugestões promissoras, há algumas coisas importantes a considerar.

CBD, ou qualquer outro composto, suplemento ou medicamento, não é um tratamento para a obesidade. Esses suplementos e compostos não substituem uma dieta saudável e exercícios regulares.

Uma pessoa que adiciona CBD ao seu plano de perda de peso sem também se exercitar e se alimentar de maneira saudável pode não ter nenhum benefício.

Na melhor das hipóteses, as pessoas podem considerar o CBD como uma terapia complementar. Nem todos os corpos são iguais e cada pessoa pode precisar de uma dose ligeiramente diferente.

Alguém com peso corporal maior ou alguém que usa cannabis regularmente pode precisar de uma dose mais alta, enquanto alguém que é muito sensível à cannabis ou ao CBD pode precisar apenas de uma pequena quantidade para que o composto seja eficaz.

É melhor trabalhar diretamente com um médico ao usar o CBD para perda de peso. Os médicos vão querer falar sobre quaisquer outros medicamentos que a pessoa esteja tomando, pois o CBD pode causar interações adversas.

Para levar

Os resultados iniciais dos estudos sobre CBD e perda de peso são promissores e podem desencadear pesquisas adicionais sobre a conexão entre eles.

O CBD pode ser útil para pessoas que procuram perder peso, queimar calorias ou suprimir o apetite, mas é vital não exagerar nessas afirmações.

Uma dieta saudável e muito exercício ainda são as melhores estratégias para perder peso.

O CBD não deve substituir nenhum outro medicamento que uma pessoa esteja tomando para doenças crônicas. As pessoas devem conversar com um médico antes de usar o CBD por qualquer motivo, pois ele pode interagir com os medicamentos existentes.

O CBD é legal? Produtos de CBD derivados do cânhamo (com menos de 0,3% de THC) são legais em nível federal, mas ainda são ilegais sob algumas leis estaduais. Os produtos de CBD derivados da maconha são ilegais em nível federal, mas são legais segundo algumas leis estaduais. Verifique as leis do seu estado e as de onde quer que você viaje. Observe que os produtos CBD sem receita médica não são aprovados pela FDA e podem estar incorretamente rotulados.

%d blogueiros gostam disto: